Pesquisar neste blog

Carregando...

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

09/03/2011

Deusa Lilith–Deusa Negra

(autoria desconhecida)
O nome Lilith vem, provavelmente, da Suméria e significa: "aquela que se apoderou da Luz". Originalmente, Lilith tinha um só aspecto, "a terrível Deusa-Mãe". No desenrolar da evolução do mito, ela conservou dois aspectos singulares: . Como uma prostituta divina, ela tenta seduzir todos os homens; . E, como a terrível mãe, ela ambiciona prejudicar mulheres grávidas. Estes dois aspectos de Lilith são encontrados nas escrituras babilônicas como personificações de Camaschtu e Ishtar. Nos textos mágicos aramaicos ela aparece como um demônio, que causa tanto doenças corporais, esterilidade, aborto, como também perturbação psíquica. Dizem que ela não só aparece em sonhos e visões como, também, os provoca. Dos Códigos Antigos do Sacerdócio (Gênesis) consta que Lilith foi a primeira mulher de Adão. Deus criou Lilith, assim como Adão, do barro. Surge, assim, uma briga entre os dois, porque Lilith, no "movimento conjugal", não queria se deitar por baixo. Lilith se referia à criação com o mesmo barro e desejava igualdade de direitos. Como Adão não conseguia aceitar que Lilith se deitasse por cima, ela o abandona e atrai para si de volta o Mar Vermelho (Deus, então, cria para Adão uma mulher dócil - Eva. Pois ela é somente uma costela, para não poder se rebelar.). Podemos chamar Lilith para abortar crianças indesejadas. Para fazer correr desde aquele vizinho inoportuno, indesejável (não é à toa que um dos seus nomes é "a estranguladora"). Mas, também podemos chamá-la para nos ajudar a quebrar tabus ou nos livrar de nossos próprios padrões, conceitos e preconceitos

INVOCAÇÃO A LILITH :
Negra ela é, mas bela!
Seus lábios são vermelhos como a Rosa, mais doce que toda a doçura do mundo. Ela é a prostituta Lilith, ela que na escuridão voou do deserto para cá, para seduzir as pessoas. Ela é a causadora de sonhos e visões prazerosas. Uma prostituta ela é! Ela é a primeira Eva, a Deusa que combate à frente com revoluções pela liberdade. Ela é KI-SIKIL-LIL-LA-KE, uma menina permanentemente gritante!
Lilith - Invocação em linguagem lunar :

OMARI TESSALA MARAX,
TESSALA DODI PHORNEPAX.
AMRI RADARA POLIAX
ARMANA PILIU.
AMRI RADARA PILIU SON,
MARI NARYA BARBITON
MADARA ANAPHAX SARPEDON
ANDALA HRILIU.


Tradução:
Eu sou a prostituta, aquela que abala a morte.
Este abalo dá à paz, prazer realizante.
Imortalidade nasce em meu crânio, e música na minha vulva.
Imortalidade nasce na minha vulva também, pois minha luxúria é um doce
perfume, como um instrumento de sete lados tocado para Deus, o invisível, o Todo-soberano, que vagueia ao redor, que dá o grito estridente do Orgasmo.

MEDITANDO COM A DEUSA NEGRA
Feche os olhos.
Respire profundamente algumas vezes.
Deixe sua mente divagar por alguns instantes até você se centrar completamente.
Você agora estará indo ao encontro das muitas manifestações da Deusa Negra aquela que destrói para construir, aquela que nos mostra as profundezas do nosso ser e nos coloca em confronto com nossos medos, incertezas, sombras.
Visualize em sua mente uma linda floresta, com os diferentes seres do reino vegetal, mineral e animal que a habitam.
Veja o sol acima de sua cabeça, brilhando forte e intenso.
Sinta o seu calor, a sua luz a sensação de amor e conforto que ele é capaz de proporcionar.
Veja a luz se intensificando mais e mais, até que o intenso calor provoque uma fagulha de fogo que aos poucos queima a floresta.
Aos poucos você percebe que este fogo vai assumindo a forma de uma mulher coberta de chamas que se move pela floresta em uma linda dança, por onde ela passa rastros de fogo se formam, dando início a um grande incêndio na floresta. Esta é a Deusa Negra, se movendo entre os mundos nos mostrando a dança da criação e destruição. Preste atenção ao incêndio e perceba as atitudes dos diferentes seres da floresta. Tente fazer um link com as atitudes destes seres e as diferentes atitudes que temos quando nossa vida parece ser incendiada pelo fogo da destruição.
Contemple a cena por uns 3 minutos, fazendo uma acurada análise e reflexão sobre o que está vendo em sua mente.
Aos poucos, retorne sua consciência ao normal.Respire algumas vezes, sentindo o seu corpo.
Anote suas reflexões em seu Livro das Sombras e repita esta mesma meditação mais algumas vezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário