Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

16 de mar de 2011

Deusa Syn

“A Defensora”

Em Fensalir, o palácio celeste de Frigga, Syn era a guardiã das entradas e negava passagem àqueles que não tinham permissão ou merecimento para entrar. Syn, portanto, é considerada a protetora das fronteiras e a defensora dos limites. Seu nome significava “negação” e ela era chamada nas assembleias e nos conselhos para defender aqueles que deveriam negar pedidos ou colocar limites.
Era uma deusa justa, que tudo via e sabia,por isso os povos nórdicos pediam sua presença nas disputas judiciais para assegurar o triunfo da justiça e o cumprimento dos juramentos e das promessas.
Ela se apresenta como uma mulher séria, vestida com uma túnica violeta e com uma tiara nos cabelos; nas mãos, um bastão inscrito com runas, uma chave, um escudo ou uma vassoura de galhos de bétula e sinos.
Elemento: ar.

Animais totêmicos: dragão-do-ar, gavião, falcão.

Cores: branco, azul, violeta, preto.

Árvores: bétula, erva-das-feiticeiras, vetiver.

Plantas: ametista, cristal de rocha, safira

Metais: prata, ferro.

Data de celebração: 02/06.

Símbolos: porta, portal, entrada, sleira, fechadura, chave, cadeado, escudo, bastão, vassoura de galhos com sinos, galho de árvore com formato da runa Algiz, sinete, talismãs com olhos, balança, promessa, compromisso, aliança, contrato, juramento.

Runas: algiz, dagaz, yr.

Rituais: para a proteção das fronteiras e dos limites; para a defesa do espaço e proibição de aproximações e interferências; para criar e proteger o círculo mágico; para a defesa pessoal e dos bens.

Palavras-chave: negação.

Texto: Mirela Faur " Mistérios Nórdicos"

Um comentário:

  1. Solicitação de abertura de Portais*Senha:

    A(Lá)

    Syn

    162 Encontro minha alegria na vossa palavra,
    Como a de quem encontra um imenso tesouro.

    Rafael Lacroce

    Arcangel

    ResponderExcluir