Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

25 de mar de 2011

Mito da Criação

Uma releitura por Morgan MacFarland

"No momento infinito, antes de tudo, a Deusa levantou-se do Caos e deu nascimento a ela mesma. Isto foi antes de qualquer coisa ter nascido, até Ela própria. E quando separou os céus das águas. Ela dançou sobre elas. Conforme ela dançava, assim aumentava seu êxtase e em seu êxtase Ela criou tudo o que  existe. Seus movimentos provocaram os ventos e assim o elemento Ar nasceu e respirou, e a Deusa nomeou a Si
mesma de: Arianrhod, Cardea e Astarte.
E faísca saíram de seus pés conforme Ela dançava e brilhavam como so Sol, e as estrelas se prenderam em Seus cabelos. Os cometas passavam sobre ela e assim o elemento Fogo nasceu e a Deusa nomeou a Si mesma de: Sunna, Vesta e Pele.
Sob os seus pés moviam-se as águas formando ondas e assim os rios e lagos passaram a fluir e Ela nomeou a Si mesma de: Binah, Mari Morgaine e Lakshmi. E procurando descansar seus pés na dança, produziu a Terra de modo que as margens dos rios e mares fossem os seus pés; as terras férteis, o Seu ventre; as montanhas, os Seus seios
fartos e Seus cabelos, todas as coisas que crescem, e a Deusa nomeou a Si mesma de: Cerridwen, Demeter, a mãe do milho.
E Ela se tornou aquela que é, foi e será, nascida de Sua própria dança sagrada, do prazer cómico e da alegria infinita.
Ela sorriu e criou a mulher à Sua própria imagem, para sera Sua Sacerdotisa. De seus elementos - Terra, Ar, Fogo e Água - a Deusa criou o seu consorte para lhe dar amor, prazer, companheirismo e para compartilhar.

                        A DEUSA FALOU ENTÃO ÀS SUAS FILHAS:
- Eu Sou a Lua que iluminará os seus caminhos e revelará os seus ritmos.
- Eu sou a Dançarina e a Dança.
- Eu me movo sem movimento.
- Eu Sou o Sol que dá calor para germinar e crescer.
- Eu sou tudo o que será.
- Eu Sou o vento que virá ao seu chamado e as águas que oferecem alegria.
- Eu Sou o Fogo da dança da vida e a Terra abaixo de seus pés dançantes.
- Eu dou a todas as minhas Sacerdotisas os três aspectos que são Meus:
    Eu Sou Artêmis, a Donzela dos animais e a virgem da caça.
    Eu Sou Isis, a Grande Mãe.
    Eu Sou Ngame, a Deusa ancestral que sopra a mortalha.
    Eu serei chamada por milhões de outros nomes.
- Chamem por Mim, minhas filhas, e saibam que eu Sou Nêmesis. Nós todas somos Donzelas, Mães e Anciãs.
- Oferecemos nossa energia criada ao espírito das mulheres que foram, ao espírito das mulheres que virão e ao     espírito das mulheres que crescerão.
                - E ASSIM IREMOS EVOLUIR JUNTAS."

Nenhum comentário:

Postar um comentário