Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

27 de mar de 2011

Orixá Exu

Texto: Lara Moncay

Exu, cujo nome significa esfera, é um deus eterno, sem começo e sem fim. Cultua-se Exu nas encruzilhadas. É considerado o mensageiros dos deuses.

Segundo a lenda em um dia qualquer Exu estava passeando próximo ao palácio de Oxalá quando o avistou. Oxalá trabalhava no barro, confeccionando formas que lhe pareceram interessante. Ficou ali, por horas incontáveis assistindo Oxalá trabalhar. Aquelas formas em tudo se pareciam com as criaturas humanas. Sim, Oxalá estava criando do barro homens e mulheres.

Oxalá cansado da presença de Exu e de ter de parar seus trabalhos para receber os agrados que lhe ofertavam, pediu a Exu que os recebesse por ele e que não deixasse nenhuma pessoa interromper seu trabalho.

Sendo assim, exu colocou-se na encruzilhada perto do palácio de Oxalá, e passou a receber os inúmeros presentes destinados a Oxalá. Ao final do dia, Exu retornou ao palácio de Oxalá com tantas oferendas que Oxalá ficou maravilhado e tão feliz com o trabalho de resolveu recompensar Exu. Decretou que daquele momento em diante quem quisesse agradar Oxalá, deveria agradar também a Exu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário