Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

16 de ago de 2011

Deus Osíris

Deus Sol.

Osíris está a associado ao Sol e à Lua. Sua vida terrena relacionava-se ao Sol e a sua vida após a morte, à Lua.

Durante sua vida terrena, Osíris tomou o poder e introduziu diversas reformas, o que gerou a inveja do seu irmão Seth. Tal qual no mito grego, Zeus (Osíris) em polaridade com Hades (Seth).

Seth era o deus do Deserto e do Calor. Era visto como acompanhante do Sol, seu irmão. Seth estava associado também à Estrela do Cão, considerada responsável pelo calor.

Por esta associação, Seth era representado com a cabeça de cão. Mas tinha um lado positivo, era ele quem anunciava a inundação do rio Nilo por meio da Estrela do Cão. A cheia do Nilo que acontecia todo o ano, tornava as terras do Egito férteis. Por isso, este sinal, era ansiosamente aguardado.

Mas Seth não estava satisfeito em ser a "sombra" do irmão. Ele queria o seu trono e para isso, contratou 72 homens para matar o irmão. Após o trabalho, Seth tomou finalmente o trono que sempre desejou. O que ele não esperava é que Ísis, com a ajuda da irmã Néftis e do deus Thot, conseguiriam ressuscitá-lo.

Osíris, o Deus Sol, demonstrou com isso que nenhuma vida acaba após a morte. Pois se até mesmo ele, um deus, que fora morto, ressuscitou, outros também teriam esse direito. A exemplo desse mito egípcio, outras religiões também procuraram ensinar a ressurreição.

fonte: Agenda Esotérica

Nenhum comentário:

Postar um comentário