Pesquisar neste blog

Carregando...

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

8 de nov de 2011

Deusa Nut

Nut, criadora da Via Láctea

Nut, criadora da Via Láctea

Nut é a Deusa Egípcia considerada Mãe dos Céus, é o céu que acolhe os mortos de seu império. Ela era, originalmente, a Deusa do céu diurno, onde nascem as nuvens, mas passou a representar o céu de uma forma geral.

Parte do hieróglifo que forma seu nome é um pote com água (pote determinative) que representa o útero. Seu nome também pode ser escrito como Neuth, Nuit e Nwt. Talvez até mesmo a Deusa Neith seja um desmembramento de Nut. É de seu nome que surgiram as palavras inglesas night (noite), nocturnal(noturno), and equinox (equinócio), e a palavra francesa nuit (noite).

Representada como uma mulher com o corpo, alongado, coberto de estrelas e a pele azul, normalmente ela está nua, com os pés e mãos tocando a terra, quando com roupas, seu vestido é escuro e coberto de estrelas. Ela também pode ser representada sob a forma de uma vaca, com cada olho representando a Lua e o Sol ou carregando em suas costas. Também há imagens dela como uma leitoa amamentando vários porquinhos.

Nut, Mãe dos céus

Nut, Mãe dos céus

Enquanto mulher, seus braços e pernas, os pilares que sustentam seu corpo, o céu.
Ao ser retratada como uma mulher carregando um vaso na cabeça que, na verdade, é um pote com água, com que era honrada, o mesmo pote presente eu seu nome representando a água, o útero e a criação.

Ao ser representada por alusão a uma metamorfose por que espontaneamente teria passado. Era representada também por uma belíssima mulher, trazendo o disco solar orlando sua cabeça.

Com o seu corpo alongado, coberto por estrelas, forma o arco da abóbada celeste que se estende sobre a terra. É como um abraço da deusa do céu sobre Geb, o Deus da Terra.
Filha de Tefnut e Shu, esposa de Geb e mãe de Osíris, Isis, Seth, Néftis e Hathor, Nut é considerada um da das mais antigas deusas do Panteão Egípcio, com as suas origens sendo encontrado na história da criação de Heliópolis, onde, para os egípcios, se iniciou a obra da criação do mundo.

Morte
No túmulo de Tutankhamon foi encontrado junto a sua múmia um peitoral no qual era  invocado a proteção desta deusa: “Nut minha divina mãe, abre tuas asas sobre mim enquanto brilharem nos céus as imorredouras estrelas”.

“Ó Nut do largo passo,
quando semeias a esmeralda, a malaquita,
a turquesa como estrelas!
Se tu és verde, eu também sou verde.
Verde como uma planta viva.”

Guia rápido de Correspondências:
Invoque Nut para: abundância, criação, fertilidade, geração, maternidade, morte, nutrição, proteção
Animais: Vaca, Porca
Aromas e ervas: benjoim, copo-de-leite, hissopo, jasmim, mirra, sândalo
Bebida: água, leite
Cores: azul claro, azul royal, prateado, preto
Face da Deusa: Mãe
Dia: Segunda-feira
Elemento: água
Estação do ano: Inverno
Símbolos: estrelas, Ankh, sistro, chifres, vaso

Papiro com a Deusa Nut

Papiro com a Deusa Nut

fonte do texto e fotos: http://dezmilnomes.wordpress.com/2010/10/17/deusa-egipcia-nut/

Nenhum comentário:

Postar um comentário