Pesquisar neste blog

Carregando...

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

13 de fev de 2012

Igraine

E ele traçou novamente a linha das serpentes imaginárias, tocando-lhe o pulso com a outra mão. - Sempre soube que tive outras vidas, pois parece-me que a vida é algo demasiado grande para ser vivida apenas uma vez e ser logo apagada como uma lâmpada, quando o vento sopra. E por que, então, quando a vi pela primeira vez, senti que já a conhecia antes mesmo de o mundo ser feito? Essas coisas são mistérios, e creio que talvez as conheça melhor do que eu." (Fala de Uther  a Igraine, sobre um amor de outra vida )

Igraine era filha da Grande Sacerdotisa, irmã de Viviane (a Senhora do Lago) e de Morgause.Ela foi treinada para ser sacerdotisa em Avalon assim como sua irmã mais velha.

Viviane havia criado Igraine até certa idade em Avalon e depois a enviou para casar-se com Gorlois. Igraine teve uma filha com Gorlois, chamada Morgana, mas ele desejava um filho dela. Porém agora Igraine deveria fazer parte de algo maior, algo que a Deusa havia traçado para sua vida.

Como de costume, as mulheres ficavam nas casas cuidando dos reinos enquanto os homens estão em batalha, e numa dessas ausências do Duque a irmã Viviane, Senhora do Lago, vem ao seu encontro para falar-lhe de suas visões, que deveriam ser cumpridas por Viviane ser “porta voz” da Deusa. A visão no entanto, tratava-se do filho de Igraine, que viria a ser o salvador da Bretanha, mas este não seria filho de seu marido e sim de Uther Pendragon.

Três anos depois, sua irmã Viviane e Merlim lhe incumbiram de gerar o Grande Rei que unificaria as duas Bretanhas.

Igraine se mostra resistente no início pois, desde que se casou, vivia sob os preceitos da fé cristã e deitar-se com outro homem, que não fosse seu marido, lhe trazia grande desconforto e revolta.

Gorlois foi um dos aliados mais poderosos Uther contra os saxões. Foi Gorlois que concebeu um plano que Uther era capaz de derrotar o Octa, o filho do Hengest Saxon, em um ataque noturno.

Durante a celebração da vitória, realizada em Londres, Gorlois trouxe a esposa junto. Uther se apaixonou por Igraine, era tão óbvio seu desejo por Igraine, que Gorlois deixou a festa cedo com sua esposa e seguidores. Uther estava enfurecido com o duque da Cornualha sairia sem sua licença; ameaçou Gorlois com a destruição, se o duque não lhe pedisse o seu perdão. Gorlois ignorou as ameaças de Uther.

Gorlois voltou para Cornwall, e imediatamente começou a reforçar a sua defesa.O duque tinha dois castelos, ele colocou sua mulher em Tintagel, uma vez que foi o mais protegido  do castelo, enquanto ele via para a defesa do outro castelo.

Uther era totalmente obcecado por Igraine que pediu Merlin para ajudá-lo na satisfação de seu desejo. Merlin Uther mudou de tal forma, que o olhar rei exatamente gosta Gorlois. Naquela noite, Uther entrou Tintagel, e tomou Igraine para a cama, onde Arthur foi concebido. Igraine não sabia que ela não estava fazendo amor com seu marido.

Notícia veio na manhã seguinte que Gorlois foi morto no cerco do outro castelo , enquanto Uther ainda estava fazendo amor com Igraine. O duque impostor (Uther) julgou improcedente a notícia como rumores, antes de sair de Tintagel. Quando o povo em Tintagel percebeu que a notícia era verdadeira: a de que Gorlois tinha morrido na batalha, eles não tinham escolha a não ser render-se a Uther.

Uther tornou Igraine como sua esposa e rainha. Igraine deu-lhe um filho chamado Arthur. Um ano depois, tornou-se, mãe de Anna, que se casou com Lot, o futuro rei de Orkney.

Com a morte de Uther, Igraine foi viver num convento (ela já tinha, nessa época se entregado ao cristianismo), só saindo de lá na ocasião do casamento de seu filho Arthur. Igraine morreu no convento, tendo ao lado somente Guinevere (a rainha) e clamando por Morgana.

Enquanto esteve ao lado de Uther , foi uma mulher forte que não se dobrava às falácias dos padres e nem mesmo a vontade do marido de transformá-la numa mulher que não era. Esta foi uma mulher que nasceu para que a partir dela se concretizasse um destino previsto por outros. Porém ao casar-se com o homem que tanto adorava abdicou de tudo mais ao seu redor, deixou Arthur aos cuidados da irmã mais velha, abandonou suas crenças e procurou seguir a fé que o mundo achava que seria melhor para ela. Igraine amou Uther até o fim de seus dias, como o marido também o fez por ela, e, no entanto, ficou em dívida com seus filhos e consigo no momento em que desamparou todos os amores para viver apenas um – aquele que mais lhe satisfazia.

fonte do texto e fotos: http://3fasesdalua.blogspot.com/2011/07/igraine.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário