Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

12 de mar de 2011

Bardo Taliesin

clip_image001[8]

Conhecido também como Myrddin (Merlyn), O Príncipe das Canções, um Bardo (poeta guerreiro). Sua história é contada da seguinte forma:

Tegid Voel O Calvo e Ceridwen A Feiticeira tiveram dois filhos. A primeira chamada Creirwy, a quem se dizia que era a donzela mais formosa de toda a terra habitada. No entanto, seu outro filho, Afang Du era o ser mais feio que ninguém jamais havia visto. Tanto era assim que era conhecido como Castor Negro.

No entanto, A Feiticeira Ceridwen quis compensar essa desigualdade dando-lhe o dom da sabedoria para que assim pudesse ser respeitado por seus. Desta forma preparou um caldeirão que tinha diversos ingredientes mágicos. Este teria que ferver durante um ano e um dia, e somente no final deste tempo de cocção, se poderia adquirir três gotas deste líquido, as quais seriam a virtude e o conhecimento de todas as coisas.

Os encarregados de vigiar e cuidar do caldeirão durante o tempo de um ano e um dia era um homem cego chamado Morda e um chamado Gwyon Bach. A missão era simplesmente a de manter o fogo aceso e mexer o seu conteúdo. Assim transcorreu todo o período estabelecido, porém no último momento as três gotas queimaram o dedo de Gwyon. Este não podendo evitar chupar o dedo queimado, adquire assim toda a sabedoria que a poção mágica proporcionava.

Gwyon, compreendendo o significado do que acabara de acontecer, abandona o mais rápido possível o local e em sua fuga acaba por bater e quebrar o caldeirão em dois. Quando Ceridwen descobre o ocorrido tortura o companheiro da tarefa de Gwyon e depois se põe no encalço deste. Tem início uma perseguição mágica: o jovem Gwyon se transforma e uma lebre para poder correr o mais rápido possível, no entanto Ceridwen se transforma em um galgo; Ele se transforma em um peixe e ela corresponde se transformando em lontra e depois Gwyon se transforma em um pássaro e Ceridwen em um falcão. Por fim Gwyon tenta se esconder em um silo transformando-se em um grão, onde Ceridwen se transforma em uma galinha negra. O descobre e o come.

Assim ela ao menos recupera todo um ano de trabalho, mas acaba por ficar grávida magicamente. Decide que deverá matar a criança assim que nasça, por saber que será uma nova forma de Gwyon. Mas uma vez que da a luz, não consegue ter coragem para matar a pequena criatura, pois era terna e formosa. Então a coloca dentro de um saco de couro e a joga ao mar. Mas a criança não morre, sendo "pescada" pelo jovem príncipe Elffin, que se assombra com os poderes mágicos do bebê, e lhe batiza de Taliesin (o da fronte luminosa), e que quando cresce se torna seu bardo pessoal.

Eu sou o vento que sopra sobre o mar,
Eu sou a onda do mar,
Eu sou a profundidade do mar,
Eu sou o touro das sete batalhas,
Eu sou uma águia sobre a rocha,
Eu sou uma lágrima do sol,
Eu sou um hábil marinheiro,
Eu sou valoroso como o javali,
Eu sou um lago no vale,
Eu sou palavra de sabedoria,
Eu sou espada afiada ameaçando um exército,
Eu sou o Deus que ilumina a cabeça,
Eu sou aquele que projeta luz entre as montanhas,
Eu sou aquele que antecipa as fases da lua,
Eu sou aquele que ensina onde se põe o sol.

fonte: Árvore Sagrada

Nenhum comentário:

Postar um comentário