Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

12 de mar de 2011

Guerreiro Finn Mac Cool

 

clip_image001[4]

-Finn Mac Cool, às vezes chamado Finn Mac Cumaill, era líder dos Fianna, um grupo seleto de guerreiros que guardavam a pessoa do Rei Supremo da Irlanda. Seu pai, Cumal, anterior líder dos fiannas, foi assassinado por Goll, outro membro do grupo.
Cumal havia fugido com uma donzela chamada Hurna, cujo pai pediu a Goll que vingasse tal desonra, e assim foi feito, matando a Cumal. Finn nasceu e cresceu em anonimato.
Um de seus tutores foi o druida Finegas, que vivia perto do rio Boyne, onde pescou o Salmão do conhecimento. O druida entregou o peixe ao discípulo para que ele cozinhasse e Finn, ao queimar-se com sua carne e chupar-se o dedo ferido, obteve da sabedoria.
Tão grandes eram as proezas de Finn MacCool que pronto superou a Goll e foi nomeado líder dos fiannas. Goll o aceitou de bom grado, gesto que talvez explique por que Finn MacCool não se vingou pela morte de seu pai. Mas passado o tempo, Goll se casou com uma das filhas de Finn, e também matou a um de seus filhos. Este ato transbordou a paciência dos fiannas, que se lançaram em sua perseguição. Encurralado, preferiu morrer a se render. Finn MacCool dizia umas palavras de Goll:
"Um homem pode conviver com sua vida, mas não com sua desonra".
A fama dos fiannas como guerreiros alcançou seu ponto auge durante a liderança de Finn Mac Cool.
A morte de Finn Mac Cool não está muito clara. Algumas lendas afirmam que ele morreu intentando sufocar um motim entre sua própria gente, dizem outros que seu final é similar ao do Rei Artur; permanecendo profundamente dormindo até que a Irlanda necessite dele de novo.

Fonte:
COTTERELL, Arthur - The Encyclopedia of Mythology - Annes Publishing Ltd., 1996
GARCIA FONT, J - El Legado Celta - mra, 1998, Barcelona.

3 comentários:

  1. Interessante post, Sophia.
    Leio um livro escrito por Kenneth Johnson e Margaret Elsbeth, intitulado "O Castelo do Graal".
    Fala dos mitos Celt e da relação da descoberta interior com a busca do Graal.
    Ainda não cheguei ao ponto em que fala do guerreiro Finn MacCool, que é mais para o fim, mas uma imágem, suscitou-me a curiosidade e levou-me a buscar na net, tendo vindo parar ao teu blog.
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Nada se compara ao livro, não é mesmo!? rs Que bom que ajudamos. Abraços, Sofya.

    ResponderExcluir
  3. O ideal seria possuir a coragem do guerreiro para romper o cordão umbilical que nos mantem presos aos ideais sociais e partir em busca do Graal pessoal...
    ;)

    ResponderExcluir