Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

11 de mar de 2011

Deusa Nerthus

”A Mãe Terra ”
Segundo o historiador romano Tácito, a principal divindade dos povos nórdicos era a Mãe Terra, conhecida por vários nomes (Erce, Erda, Ertha, Fjorgyn, Jörd, Hlodyn ou Nerthus), de acordo com o lugar de seu culto.
Nerthus era a esposa do seu do Deus do mar Njörd e mãe dos deuses gêmeos "Freyr e Freyja". Seu nome tem vários significados, principalmente o de “força”; sua morada era uma ilha do Mar do Norte, de onde saía anualmente, coberta por véus negros, em uma carruagem puxada por bois, para pacificar a terra. Em seus templos eram proibidos o porte de armas e objetos de ferro. Suas benção eram invocadas durante procissões anuais, quando todas as batalhas eram interrompidas e as pessoas comemoravam a paz e a colheita. Uma vez por ano suas estátuas eram retiradas dos templos e levadas, em carruagens cobertas, para serem lavadas no mar. Acreditava-se que os escravos que as banhavam eram mortos depois, pois “ninguém que visse o rosto da Deusa podia sobreviver”.
Elementos: terra, água.
Animais totêmicos: boi, cavalo.
Cores: verde, marrom, preto.
Árvores: frutíferas.
Plantas: cereais, raízes e tubérculos.
Pedras: peridoto, ágata, turmalina.
Metais: todos.
Datas de celebração: 20/12 (Modranicht, “A Noite da Mãe”).
Símbolos: carruagem, arado, véu, mante verde, ilha sagrada, bosque, procissão, colheita, campos de cultivo, prosperidade, comunidade, herança.
Runas: Raidho, Inguz, Othala, Sta, Erda.
Rituais: para pacificar ambientes e pessoas; para abençoar a terra nos plantios e colheitas.
Palavras-chave: paz.
Texto: Mirela Faur " Mistérios Nórdicos"

Nenhum comentário:

Postar um comentário