Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

16 de abr de 2011

Deusa Coatlicue

(autoria desconhecida)
Deusa asteca da vida e da morte.

Coatlicue é a deusa asteca reconhecida como a "Mãe dos Deuses".

Ela é frequentemente associada com o fogo, fertilidade, do parto, da vida, da morte e dor e nascimento.

Coatlicue era conhecido pelos Astecas como uma Deusa Mãe amorosa, que deu à luz a Lua e às estrelas, ao Sol, assim como aos outros deuses do Panteão. 

Apesar disso, ela também era vista como tendo um aspecto feroz e terrível, sendo a deusa que devora tudo que vive.

Diz a lenda que a Deusa Coatlicue foi fertilizada por uma bola de plumas, enquanto ela varria o templo.

Isto resultou no nascimento dos deuses astecas, entre eles Xolotl e Quetzalcoatl. 

A história mais popular sobre esta deusa-mãe é o fato de sua filha Coyolxauhqui, em conjunto com seus irmãos e irmãs a mataram, decapitando-lhe a cabeça.
Foi então que o deus Huitzilopochtli surgiu de seu ventre, plenamente desenvolvido e armado. Ele lutou contra o seus irmãos e irmãs, matando a maioria deles.

Cortou a cabeça de sua irmã Coyolxauhqui, que jogou para o céu e tornou-se a Lua. 

Em algumas lendas, o deus é substituído por Quetzalcoatl, que nasce apenas no momento de proteger e salvar sua mãe de seus irmãos.
Deusa Coatlicue é conhecido por muitos nomes, incluindo Toci (que significa "avó") e Cihuacoatl (Senhora das Serpentes).

Ela é retratada vestindo uma saia feita de serpentes, e um colar feito de corações, mãos e crânios, pende de seu pescoço.

Ela possui garras nos pés e os seios estão nus, significando uma mãe que constantemente nutre seus filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário