Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

3 de out de 2011

Deusa Hécate

Hécate. Deusa guardiã das encruzilhadas e rainha da noite.
Hécate era homenageada com procissões, em que se carregavam tochas e com oferendas, as chamadas "ceias de Hécate". Como Deusa "escura",
Hecate tinha poder de afastar os espíritos maléficos, encaminhar as almas e usar sua magia para a regeneração. Invocava-se sua ajuda neste dia para afastaras tempestades que poderiam prejudicar as colheitas.Era chamada de A Mais Amável, Rainha do Mundo dos Espíritos, Deusa da Bruxaria. Especialmente para os trácios, Hécate era a deusa da Lua,das horas de escuridão e do Submundo.
Parteiras eram ligadas a ela.Alguns mitos dizem que Hécate era filha dos titãs Tártaros e Noite;outras versões dizem ser de Perseus e Astéria(Noite Estrelada), ou de Zeus e Hera.
Um de seus animais sagrados era a rã, um símbolo da concepção.
Era chamada a deusa das transformações, pois regia várias passagens
da vida, e podia alterar formas e idades. Hécate era considerada como
o terceiro aspecto da Lua, a Megera ou a Anciã (Portadora da Sabedoria).
Os gregos chamavam Hécate de A Megera dos Mortos, aliada de Zeus, ela era acompanhada por uma matilha de lobos. Como aspecto da deusa Amazona a carruagem de Hécate era puxada por dragões. Seus símbolos eram a chave e o caldeirão. As mulheres  que a cultuam normalmente tingiam as palmas de suas mãos e as solas dos pés com hena. seus festivais aconteciam durante a noite, à luz de tochas. Anualmente, na ilha de Aegina no golfo Sarônico, acontecia um misterioso festival em sua honra.
Essa era uma deusa caçadora que sabia de seu papel no reino dos espíritos; todas as forças secretas da Natureza estavam sob seu comando.

1º Ritual
Você precisará de uma adaga ritual, um pequeno caldeirão, uma maçã, um pedaço de pano preto e uma pequena quantidade de sal, além dos seus instrumentos normais. Ponha a maçã dentro do caldeirão e cubra-o com o pano preto. Abra o círculo como de costume.
Com seu bastão de poder em sua mão toque no caldeirão por cinco vezes e diga:

Sábia Hécate, eu peço a sua benção.
Erga o véu para que eu possa saudar meus ajudantes espirituais, Antigos amigos de outras vidas, e os que são novos.
Que apenas aqueles que me desejam bem penetrem neste local sagrado.

Descubra o caldeirão. Apanhe a maçã, erga-a em oferenda e deposite-a no altar:

Hécate, seu caldeirão mágico é a fonte da morte e renascimento, Uma experiência pela qual cada um de nós passa repetidas vezes.
Eis aqui seu símbolo de vida na morte.

Corte a maçã transversalmente com a adaga.
Contemple o pentagrama revelado no miolo.

Devolva as duas metades da maçã ao caldeirão e cubra-o novamente com o pano preto:

"Apenas os iniciados têm acesso aos Mistérios Ocultos.
Apenas aqueles que realmente buscam conseguem encontrar o caminho espiral.
Apenas aqueles que conhecem suas muitas faces secretas Podem encontrar a Luz que leva ao Caminho Interior;"
Ponha uma pitada de Sal em sua língua: "Eu sou mortal, mas ainda assim imortal.
Não há fim para a vida, apenas novos recomeços.
Eu caminho ao lado da Deusa em suas muitas formas.
Nada há, portanto a temer.
Abra minha mente, meu coração e minha alma Aos profundos Mistérios do Caldeirão, Ó Hécate!
"

Efetue uma meditação de busca à deusa da Lua Nova.
Ouça suas mensagens.
Esteja alerta a novos guias e mestres que podem surgir para ajuda-lo.

2º Ritual
Nesta noite alie-se à Hécate para combater os obstáculos:
Escolha um anel de prata, consagre-o, pense em todos os obstáculos que deseja eliminar.
Use o anel até que todos estejam vencidos.

Ritual do Dia:  Abrindo os Caminhos: Reverencie essa poderosa Deusa pedindo-lhe que a ajude a transmutar as sombras do passado, facilitar e guiar suas escolhas no presente e iluminar seu caminho no futuro.

texto e fonte: http://www.luzemhisterio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário