Pesquisar neste blog

Carregando...

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

20 de mar de 2012

Correspondências de Mabon

Para a ocasião de Mabon, e depois de dar uma revista de olhos pelas correspondências, para organizar os afazeres de Mabon, retomo a tabela  que já tinha feito há uns anos atrás e aproveito para acrescentar e atualiza-la um pouco.
Espero que vos seja útil e que tenham uma linda celebração!

Imagem by ©Wendy Andrew

Festejam-se os Deuses das colheitas e da agricultura, preparamo-nos para as ultimas colheitas e para a estação do frio. Os dias voltam a estar em equilíbrio havendo tantas horas de dia como de noite. Agradecemos aos Deuses e à Natureza pelas colheitas que nos concederam para sobreviver ao Inverno que se aproxima.
A Natureza começa a perder as suas folhas e encher-se das tonalidades do Outono, para entrar no sono profundo, mas no entanto as sementes caem em conjunto para mais tarde renascer…

Data:
Realiza-se Entre 21 e 23 de Setembro, 1ª Lua Cheia de Setembro, quando o sol entra em balança.

Outros Nomes:
Equinócio de Outono, Colheita da vinha, Festival de Avalon, Alban Elved (Druidismo) Alban Elfed (Caledónio luz da água), Festival de Dionísio, Festival chinês da Lua, Winter Finding (Teutónico), Second Harvest Festival (festival da segunda colheita), Cornucópia, Noite do Caçador, Equinozio di Autunno (Strega), Michaelmas (cristianismo)
Na mitologia celta celebra-se a lenda de (Mabon ap Modron), ele é o filho jovem, a juventude divina, o filho da luz. Mordron é a Grande mãe, a própria natureza. 3 Dias depois do seu nascimento, Mabon, é raptado. A Sua mãe Modron chora… no entanto Ele regressa novamente no mundo mágico de Modron, o seu ventre, (a Terra), para tornar-se numa nova semente Esse é um lugar nutridor e encantado, mas ao mesmo tempo repleto de desafios, para que Mabon possa nascer através de sua mãe como campeão, o filho da Luz. Mabon é salvo quando aprende a sabedoria dos mais antigos e sábios animais sagrados, o melro, o cervo, a águia, a coruja e o salmão.

Mito Grego/Romano:
Na mitologia grega e romana, o Outono começa quando Persefone/Proserpina regressa para o submundo para viver com o seu consorte Hades/Plutão. Este raptou-a quando colhia flores na primavera e levou-a par ao seu reino, a mãe Demeter/Ceres, desesperada moveu os mundos a procura da sua filha até que Zeus/Júpiter, rei do Olimpo se impusesse. Este então decidiu que Meio ano Persefone/Proserpina estaria na terra junto com sua mãe, e a outra metade do ano viveria no submundo junto de seu consorte.

Deusas:
Modron (Gales), Bona Dea (romana), Persephone (grega), Proserpina (romana), Demeter (grega), Ceres (romana), Morgana (Celta), Cerrydwen (Celta), Mulher Serpente (Arborigena), Epona/Rianhon (Celta-Gaulesa), Pamona(Romana), as Musas(Gregas), Deusas Mães e da colheita…

Deuses:
Mabon (Gales), Wicker-Man, Greenman (celta), Cernunnos (celta), o homem milho, Liber (Romano), Thoth (Egypcio), Hermes (Grego), Hotei (Japonês), Thor (Nórdico), Dionysio(Romano), Baccho (Grego), Hades (grego), Plutão (romano), Deuses da agricultura e do envelhecimento.

Seres Míticos:
Gnomos, esfinge, Minotauro, Ciclope.

fonte do texto e fotos: http://murmuriosdasbrumas.blogspot.com.br/search/label/Mabon

Nenhum comentário:

Postar um comentário