Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

4 de mar de 2011

Deusa Lara, Muta ou Tácita

(autoria desconhecida)

Roma possuía uma Deusa do Silêncio, que era venerada sob os nomes de Lara, Muta e Tácita. O seu culto tinha sido recomendado pelo rei Numa Pompílio, que julgara essa divindade necessária ao estabelecimento do seu novo Estado.
Lara era uma náiade do Almon, regato que se atira no Tibre, abaixo de Roma. Júpiter apaixonado por Juturna, não tendo podido encontrá-la, porque ela fugira e se atirara no Tigre, chamou todas as náiades do Lácio, e lhes suplicou que impedissem a ninfa de se esconder nas suas ribeiras.
Todas prometeram o seu serviço. Lara, vendo-se só, foi declarar a Juturna a a Juno os desígnios de Júpiter. O deus, irritado, fez cortar-lhe a língua e ordenou a Mercúrio que a conduzisse aos Infernos: no caminho, porém, Mercúrio, sensibilizado ante a beleza dessa ninfa, fez-se amar por ela(a outra versão de que Mercúrio tenha estuprado Lara), e dessa união nasceram Dois Filhos que, por causa da Mãe, foram chamados Lares.
Lara junto com Mania (Rainha dos fantasmas) eram consideradas como as "Mães dos Lares".
Larunda(ou Lara):Deusa Pré-Romana,Cultuada na Península Itálica.Considerada Mãe dos Lares e uma Deusa da Terra(Ctônica e Submundana como Tácita).Seu nome significa "Aquela que torna a terra verde". Era Invocada para trazer fartura e uma colheita abundante.Era Venerada pelos romanos como Deusa do Silêncio,da maledicência e da Morte,O Silêncio Eterno.Também era Considerada como Guardiã dos segredos e juramentos,e protegia os viajantes.
Algumas fontes modernas atribuem à Ela o dia 18 de Fevereiro ou 20 de Fevereiro,mas acho que deva ser aproximadamente essa data ou na Lua Nova(ou Minguante) do Mês de Fevereiro.
Para se livrar de boatos negativos ,tome de um banho de ervas(arruda,verbena,ou aroeira), acenda uma vela negra(ou de cor escura,verde ,marrom ou roxo) num local silencioso, e peça a Ela para queimar todas fofocas,calúnias,mentiras,e energias negativas da inveja e do ódio na chama da vela.
Faça preces vindas do coração, ou de preferência reze mentalmente em silêncio, depois medite no silêncio, pense nas resenhas negativas que já falaram ao seu respeito,pense em todos fofoqueiros,invejosos  e peça a Tácita que os Puna,e que eles recebam o devido retorno,que as línguas más se calem ou sejam cortadas como a língua Dela foi rasgada por Júpiter.
Ou se você falou de alguém peça desculpa à Tácita, peça para que nos proteja de tais males e que não permita que causemos tais males aos outros, tente parar de fofocar, ou de falar demais e preste mais atenção na sua vida...=)

Correspondências:
Dia da Semana:Sábado e Terça-Feira
Cores: Preto, Verde, Marrom, Roxo e Vermelho.
Incensos e ervas associadas: patchuli, menta, rosas, verbena, narciso.

9 comentários:

  1. Que legal meu nome e lara

    ResponderExcluir
  2. Ownt cara *u* Meu nome é Lara e eu estou adorando saber dessas tretas :v

    ResponderExcluir
  3. Lara é fofoqueira kkkkk

    ResponderExcluir
  4. meu nome é Lara e gostei de saber disso só não pareceu comigo por ela ser muda e jupter ter arrancado a lingua dela

    ResponderExcluir
  5. Legal amei essa parte da história de meu nome muito mesmo❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Legal amei essa parte da história de meu nome muito mesmo❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  8. Sobre os Lares: foram cultuados pelos romanos durante muitos séculos. O lar está associado ao fogo sagrado, mantido aceso pelas vestais nos templos, bem como o fogo mantido no altar doméstico, onde sua guarda é passada de pai para filho, geração após geração pelos etruscos e demais. A associação do culto doméstico prestado aos lares com o culto aos mortos e sua responsabilidade hereditária com o fogo sagrado do altar doméstico, ou Agni, para aplacar a alma dos mortos (comum em continentes asiaticos).

    "Há de honrar os túmulos[...] Enéias realizava as devidas oferendas ao Gênio do pai. [...] Mas, enquanto travava longas guerras, abandonaram os dias da Parentália.[...] dizem que nossos avós sairam das sepulturas pelas ruas de Urbe [...] Sejam divindades dos templos ocultadas pelas portas fechadas; estejam aras isentas do incenso e permaneçam sem fogo as lareiras. Agora as almas e corpos sepultados vagam, [...] Chamaram esse dia Ferália [...] Esse é o ultimo dia para aplacar os manes (almas/mortos).[...] uma anciã oferece sacrifícios a Tácita [...] "Amarramos hostis linguas e inimigas bocas" [...] Em seguida nos penguntarás quem é a deusa Muda [...]" - Ovídio. Os Fastos II, 8 d.C

    ResponderExcluir
  9. Kkk vim pelo meu nome, é achei uma ninfa/deusa agora tô pensando seriamente em cultua-la!

    ResponderExcluir