Pesquisar neste blog

A principal fonte dos textos postados aqui é da Internet, meio de informação pública e muita coisa é publicada sem informações de Copyright, fonte, autor etc. Caso algum texto postado ou imagem não tenha sua devida informação ou indicação, será escrito (autoria desconhecida). Caso souberem, por favor, deixe um comentário indicando o ou no texto, ou caso reconheçam algum conteúdo protegido pelas leis de direitos autorais, por favor, avisar para que se possa retirá-lo do blog ou dar-lhe os devidos créditos. Se forem utilizar qualquer texto postado aqui, por favor, deem os devidos créditos aos seus autores. Obrigada!

Abençoados sejam todos!

9 de jul de 2011

Mistérios Elêusis

(autoria desconhecida)

Os Grandes Mistérios de Elêusis vão do dia 15 a 23 de setembro, no hemisfério norte. Eles fazem alusão ao mito de Deméter, a Deusa grega da Agricultura.
Conta a mitologia que Deméter ao ter sua filha, Perséfone, raptada passou nove dias e nove noites, sem comer e sem beber, percorrendo o mundo inteiro à sua procura.

No décimo dia confirmou o que já sabia: Perséfone fora raptada por Hades, deus do submundo e para onde a levara. Hades era irmão de Zeus e só fizera este rapto com a permissão dele.

Irritada com os dois irmãos, sendo que Zeus era seu marido e pai de Perséfone, Deméter decidiu que não mais retornaria ao Olimpo e que permaneceria na terra abdicando de suas funções divinas até que a filha lhe fosse devolvida.

Então, sob o aspecto de uma anciã dirigiu-se a Elêusis e sentou-se numa pedra com um semblante entristecido. Uma das filhas do rei local a chamou para cuidar de seu irmão recém nascido, Demofonte.

Deméter aceitou o convite e ao invés de dar leite para a criança, a alimentava com ambrosia, doce divino. Mas como queria transformar a criança num ser imortal e eternamente jovem, o escondia durante a noite no fogo. A cada dia ele ficava mais belo e mais parecido com um Deus. Mas um dia, a rainha viu o filho entre as chamas e gritou desesperada.

Deméter teve que interromper o ritual iniciático e bastante irritada chamou os homens de insensatos e ignorantes pois agora o destino de Demofonte seria a morte. Mas antes de deixar o palácio, a deusa exigiu que se construísse um templo com um altar onde ela pessoalmente iria ensinar seus ritos aos seres humanos.

Quando o santuário ficou pronto, Deméter se recolheu ao interior do mesmo e consumida pela saudade da filha provocou uma grande seca sobre a terra. As pessoas começaram a morrer de fome.

Zeus, para corrigir o mal que fizera, ordenou que Hades devolvesse a filha mas esta já havia comido romã e por isso não poderia deixar o submundo de forma definitiva. Então ficou acertado que durante seis meses Perséfone ficaria sobre a terra, na companhia da mãe. E nos outros seis meses, passaria com Hades.

Ao ter a filha de volta, imediatamente a terra se encheu de verde. E antes de subirem ao Olimpo, Deméter ensinou todos os seus mistérios ao rei Céleo e a mais três pessoas.

Estes nove dias das festividades dos Grandes Mistérios Elêusis representam a morte simbólica de Perséfone, sua descida ao mundo dos mortos e seu retorno triunfante à terra, como a semente que morre no seio da terra e se transmuta em novos rebentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário